GASPAR CORTE-REAL

GASPAR CORTE-REAL

Navigator

Sorry, this entry is only available in European Portuguese. For the sake of viewer convenience, the content is shown below in the alternative language. You may click the link to switch the active language.

Terá seguido o exemplo de seu pai, João Vaz Corte-Real, e de seu irmão, Miguel Corte-Real, explorando o Atlântico Norte.

Em 1499, era capitão e governador de justiça das ilhas de São Jorge e Terceira.

Nos finais do século XV, já no reinado de D. Manuel I, fez uma viagem rumo ao Ocidente, tendo chegado provavelmente à Gronelândia e à costa nordeste da América do Norte (costa do Labrador, Canadá e bacia de São Lourenço). Regressou aos Açores, depois desta viagem.

Em 1501, preparou uma nova expedição para Ocidente, que o rei autorizou, concedendo-lhe doação das terras que ele viesse a descobrir, com plenos poderes civis e criminais. Nunca mais regressou a Portugal, tendo provavelmente morrido em algum naufrágio.

CAMPOS, Nuno / CARNEIRO, Isabel: O Padrão dos Descobrimentos – roteiro para visita de estudo, Coimbra, 1994