GASPAR CORTE-REAL

GASPAR CORTE-REAL

Navegador

Terá seguido o exemplo de seu pai, João Vaz Corte-Real, e de seu irmão, Miguel Corte-Real, explorando o Atlântico Norte.

Em 1499, era capitão e governador de justiça das ilhas de São Jorge e Terceira.

Nos finais do século XV, já no reinado de D. Manuel I, fez uma viagem rumo ao Ocidente, tendo chegado provavelmente à Gronelândia e à costa nordeste da América do Norte (costa do Labrador, Canadá e bacia de São Lourenço). Regressou aos Açores, depois desta viagem.

Em 1501, preparou uma nova expedição para Ocidente, que o rei autorizou, concedendo-lhe doação das terras que ele viesse a descobrir, com plenos poderes civis e criminais. Nunca mais regressou a Portugal, tendo provavelmente morrido em algum naufrágio.

CAMPOS, Nuno / CARNEIRO, Isabel: O Padrão dos Descobrimentos – roteiro para visita de estudo, Coimbra, 1994