Caravela

Caravela

Infante D. Henrique

Estas embarcações tornar-se-iam emblemáticas dos próprios Descobrimentos, tendo protagonizado o ciclo de viagens que se concluiu com Bartolomeu Dias e a verificação empírica da existência de uma ligação marítima entre o Atlântico e o Índico.

As caravelas tinham velas latinas em dois mastros, e eram de porte superior às barcas das primeiras viagens henriquinas.

A caravela  permite melhorar as condições de progressão em mares desconhecidos por lhes ser mais fácil praticar a navegação à bolina – em relação aos navios de pano redondo - uma solução de recurso mas a única possível em face de ventos dominantes contrários ao sentido da progressão do navio.